segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Portuguesa Bonita

Sendo o Mundo cada vez mais uma aldeia global e encontrando-se a Europa praticamente livre de fronteiras entre cada Estado membro, é natural que pessoas de diversas nacionalidades cruzem entre si as mais diversas experiências, sejam elas de âmbito comercial, cultural ou até sentimental. Também nós, ao longo destes últimos anos, temos privado com pessoas das mais diversas nacionalidades, facto que, no contexto sócio-cultural e transfronteiriço em que nos encontramos, passou a ser visto como algo perfeitamente natural. Por tal razão, podemos dizer que conhecemos já, ainda que a maior parte das vezes através de meras conversas de circunstância pessoas de diferentes nacionalidades, incluindo, também mulheres de diversas proveniências.
Nesse campo em específico, diremos desde já que, como é evidente, nunca uma pequena parte poderá representar a realidade inerente a um todo. No entanto, sem recorrer a qualquer sentido nacionalista ou patriótico, não temos qualquer dúvida em considerar que a mulher portuguesa é uma mulher ( muito ) bonita sendo, por nós considerada, como a mais bonita de todas as mulheres. Todavia, não nos iremos debruçar aqui neste blogue sobre as qualidades ou atributos da mulher portuguesa pois este espaço tem como principal objecto a música de José Cid.
Saiba o leitor que as considerações que antecederam não foram lançadas ao acaso para este espaço. É que de facto, as mesmas servem para relembrar aos nossos leitores ( "relembrar" pois quase toda a gente conhece esta canção) que, em 1983, também José Cid prestou uma homenagem a todas as mulheres portuguesas, quando, nessa data, lançou para o mercado um single que fez enorme sucesso contendo do lado A a canção " Portuguesa Bonita", a qual viria a ser juntamente com " Como o macaco gosta de banana" provavelmente o seu maior sucesso dos anos 80. Curiosamente, "Portuguesa Bonita", tem na sua história um facto raro até então na carreira de José Cid: trata-se de uma canção em que apenas a letra cabe a José Cid, sendo que a letra cabe a um certo Algarra, de cujos dados e proveniência sinceramente desconhecemos. No entanto, o que nos apraz realçar neste tema, é sobretudo a letra da mesma o recurso a uma sonoridade muito popular, com arranjos musicais muito apropriados à letra e alegria que a canção pretendia transmitir ao ouvir: a exaltação da mulher portuguesa. Relativamente, à letra da canção, para finalizarmos destacaremos o seguinte verso, com o qual concordamos totalmente. " Sou saltimbanco vou pelo mundo fora e a todas levo mais um sonho uma quimera/ Já corri mundo mas fiquei com a certeza/ que a mais bela é a mulher portuguesa".
Deixamos aqui um excerto de Portuguesa Bonita, que pode ser encontrada igualmente nos seguintes discos e cds: "Portuguesa Bonita " ( L.P.) e "Antologia Nasci para a Música "( 2 CD)




video



Clique no Play para ouvir um excerto da canção

Sem comentários: